Governo de SP transformou a educação, diz Paulo Renato

Brasil precisa de um pacto nacional pela educação

Acompanhe - 22/12/2010

Brasil precisa de um pacto nacional pela educação

Depois de um ano e oito meses como secretário de Educação no governo de São Paulo, o deputado Paulo Renato Souza voltou à Câmara dos Deputados, onde fez um balanço das iniciativas promovidas pelo governo José Serra. “Foi a maior transformação que se tem notícia em nosso país na área da educação”, comemorou o também ex-ministro do governo Fernando Henrique Cardoso.

Paulo Renato e Souza (SP)/Foto: Paula Sholl

De acordo com o parlamentar, as transformações foram obra dos três secretários de educação de Serra e de Alberto Goldman. “O foco de todas as ações foram os alunos e a melhoria da sua aprendizagem. O eixo central foi o currículo do estado, um conjunto gigantesco de materiais produzidos por nossas equipes técnicas e distribuídos a professores e alunos”, destacou.

Souza explicou que foi a maneira encontrada para superar de forma rápida e eficaz as deficiências. A partir do currículo foi possível definir metas. “O alcançar dessas metas passou a ser a base para o pagamento do bônus anual aos professores e servidores da secretaria”, afirmou. Paulo Renato classificou a iniciativa como o maior programa de remuneração variável existente no mundo, beneficiando mais de 210 mil funcionários apenas este ano.

No seu pronunciamento, o parlamentar também citou a criação da avaliação de docentes. “Hoje qualquer professor – efetivo ou temporário, tem que mostrar em provas seus conhecimentos das disciplinas que leciona”. A redefinição permitiu ao magistério estadual quase quadruplicar sua remuneração inicial.

“Enquanto o bônus por resultados é um prêmio ao trabalho coletivo, a promoção pelo mérito é o reconhecimento ao esforço individual e um benefício que se incorpora, inclusive para efeitos de aposentadoria”, lembrou.

Reconhecimento

De acordo com Paulo Renato, já aparecem os primeiros reconhecimentos públicos, nacional e internacional. Nas avaliações nacionais, por meio do último Ideb ( Índice de Desenvolvimento da Educação Básica ), São Paulo ficou entre os primeiros colocados em todos os segmentos de ensino. No exterior, dados do Programa Internacional de Avaliação (Pisa) mostram que o estado avançou em ritmo mais rápido do que o Brasil.

Paulo Renato Souza aproveitou para encerrar seu mandato como deputado fazendo um chamamento ao povo, aos governantes e a todos os segmentos sociais: “É preciso que a sociedade brasileira como um todo abrace e mantenha por muitos anos um verdadeiro Pacto Nacional pela Qualidade Educativa”.


X
22/12/2010
Charges