Juventude do PSDB protagonizou evoluções do partido

A Juventude do PSDB nasceu de maneira simultânea à fundação do próprio partido, em 1988. Na ocasião, a então recém-criada sigla atraiu militantes jovens do PMDB (de onde veio a maioria dos fundadores do PSDB), de organizações não-governamentais e do movimento estudantil, além de membros da sociedade civil que enxergaram na legenda um espaço para a propagação de ideias da social democracia.

Acompanhe - 12/12/2011

Brasília – A Juventude do PSDB nasceu de maneira simultânea à fundação do próprio partido, em 1988. Na ocasião, a então recém-criada sigla atraiu militantes jovens do PMDB (de onde veio a maioria dos fundadores do PSDB), de organizações não-governamentais e do movimento estudantil, além de membros da sociedade civil que enxergaram na legenda um espaço para a propagação de ideias da social democracia.

As eleições presidenciais de 1989, as primeiras após a redemocratização do Brasil, impulsionaram o movimento dos jovens. Mário Covas, candidato do PSDB à presidência, obteve mais de 7 milhões de votos e ficou em quarto lugar numa disputa que contou com 22 nomes. A partir dali, o PSDB passou a se consolidar como uma das principais forças políticas do país.

Os primeiros anos da década de 1990 registraram a participação da Juventude do PSDB em momentos decisivos da história nacional. O partido foi um dos protagonistas da oposição a Fernando Collor de Mello e esteve entre os principais manifestantes que tomaram ruas e praças em todo o país para pedir a saída do ex-presidente.

Na primeira campanha de Fernando Henrique Cardoso à presidência, em 1994, a Juventude do PSDB atuou por meio da mobilização e divulgação de propostas e também com a criação de um manifesto favorável à criação do Conselho Nacional de Políticas Públicas, que figurava entre as propostas de FHC.

A partir de 1996, a Juventude do PSDB entrou em uma nova fase após a sua oficialização como uma Secretaria Nacional. Com o status, a Juventude passou a ter a incumbência de se desdobrar em braços estaduais e municipais, e vinculou a gestão do grupo ao Diretório Nacional.

Coordenadores, secretários nacionais e presidentes da Juventude do PSDB:

1989-1991
Coordenador Geral – Cláudio Sena (SP)

1991-1992
Coordenador Geral – Paulo Sena (SP)

1992-1993
Coordenador Geral – Egídio Guerra (CE)

1993-1994
Coordenador Geral – Vanessa Robassini (DF)

1994-1996
Coordenador Geral – Sandro Resende (GO)

1996-1998
Secretário Nacional de Juventude – Floriano Pesaro (SP)
Presidente – Sandro Resende (GO)

1998-2000
Secretário Nacional de Juventude – Sandro Resende (GO)
Presidente – Eduardo Saron (SP)

2000-2002
Secretário Nacional de Juventude – Sandro Resende (GO)
Presidente – Adolpho Konder (RJ)

2002-2004
Secretário Nacional de Juventude – Bruno Galan (GO)
Presidente – Bruno Galan (GO)

2005-2007
Secretário Nacional de Juventude – Roberto Tross (MG)
Presidente – Kamyla Castro (CE)

2007-2011
Secretário Nacional de Juventude – Marcelo Garcia (RJ)
Presidente – Bruno Covas (SP)

2011-2013
Secretário Nacional de Juventude – Wesley Goggi (ES)
Presidente – Marcello Richa (PR)

X
12/12/2011
Charges