Alckmin anuncia Ana Amélia como vice de sua chapa

Notícias - 03/08/2018
Humberto Sousa

O pré-candidato à presidência da República pelo PSDB, Geraldo Alckmin, anunciou na noite desta quinta-feira (2) que a senadora Ana Amélia (PP-RS) vai compor sua chapa como vice. A confirmação foi feita em entrevista ao programa “Central das Eleições”, do canal GloboNews. Alckmin fez questão de destacar as qualidades de Ana Améilia como parlamentar.

“Eleita por vários anos uma das melhores parlamentares do Senado, uma pessoa extremamente séria, competente, dedicada. A vice dos sonhos! Quanto mais a mulher participar da República brasileira, ganha a sociedade como um todo.”, disse Alckmin saudando o papel das mulheres na política brasileira.

A entrevista de Geraldo Alckmin foi definida, por meio de sorteio, e seria nesta sexta-feira (3). No entanto, foi antecipada depois que o pré-candidato Jair Bolsonaro comunicou que não poderia comparecer por problemas de agenda. A produção do programa procurou, então, Alckmin para saber se ele aceitaria adiantar em um dia a data de sua sabatina. Em benefício do debate, o ex-governador reagendou diversos compromissos para conseguir atender ao pedido da emissora.

Ao falar sobres os problemas que o país enfrenta, Alckmin destacou que será necessário firmeza e equilíbrio para se tomar as decisões corretas. “Nós não vamos resolver à base de bala o desemprego no Brasil, a saúde pública a bala, melhorar a educação a bala.”, disse o tucano.

Durante a sabatina, o presidente nacional do PSDB defendeu que, para o país voltar a crescer, precisa de reformas – política, tributária e previdenciária -, ajuste fiscal, transparência e investimentos. O ex-governador pontuou as razões pelas quais o Brasil não tem competitividade.

“O que aconteceu no Brasil? Perdeu competitividade. O Brasil é um país caro. Um automóvel custa 2,5 vezes o que custa nos EUA. Saiu do comércio exterior. Não consegue competir. Tributo, burocracia, falta de logística. É preciso agir nas causas do problema. Se não tiver investimento, não vai crescer. Investimento é confiança. Estamos com o melhor time para poder fazer a retomada da economia. Não tem mágica. Tem que agir rápido”, defendeu o presidenciável.

Outra medida para o desenvolvimento do país será priorizar a educação básica, segundo Alckmin.

“Defendo maior investimento na educação básica. Nós não atingimos ainda as metas. Nossa meta é ter 100% das crianças de até cinco anos na escola. Nós priorizamos no Brasil o 3º grau e agora nós vamos priorizar a educação básica”, garantiu Alckmin.

Caso eleito, o pré-candidato afirmou que para combater a violência irá integrar as polícias e criar uma agência Nacional de Inteligência.

“O governo federal entrar nessa luta para valer. O que estou propondo? Eu vou criar uma Agência Nacional de Inteligência para unir as inteligências da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, das Forças Armadas e dos estados. Vou criar a Guarda Nacional.”, adiantou.

 

X
03/08/2018
Charges