Alckmin nomeia mil novos agentes penitenciários em SP

Após curso de formação, agentes estarão capacitados para atuar em todo o Sistema Penitenciário Paulista, com 168 unidades prisionais

Notícias - 12/09/2017

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), assinou nesta segunda-feira (11) a nomeação de mil novos funcionários para a Secretaria de Administração Penitenciária.

As nomeações já foram publicadas no Diário Oficial desta terça (12), com as vagas distribuídas da seguinte maneira: 800 candidatos para o cargo de Agente de Segurança Penitenciária (ASP) masculino e 100 candidatas para o mesmo cargo; além de 100 candidatos para o cargo de Agente de Escolta e Vigilância Penitenciária (AEVP) masculino.

O Agente de Segurança Penitenciária (ASP) é responsável pela segurança interna dos presídios, enquanto o Agente de Escolta e Vigilância Penitenciária (AEVP) faz a segurança externa das muralhas e a escolta dos presos em remoções para outras unidades, hospitais e audiências.

Após o curso de formação, os novos agentes estarão capacitados para atuar em todo o Sistema Penitenciário Paulista, que contém atualmente 168 unidades prisionais. Também poderão trabalhar nas novas unidades que serão inauguradas dentro do Plano de Expansão de Unidades Prisionais. Além de investir na segurança do sistema prisional, Alckmin também vem ampliando as ações de combate à violência em todo o estado.

“Estamos ampliando com mais oito novas unidades prisionais no Estado de São Paulo. Segurança Pública tem que ter um bom Sistema Penitenciário”, declarou Geraldo Alckmin.

A posse de cada nomeado está condicionada à aptidão no exame médico de ingresso realizado pelo Departamento Perícias Médicas do Estado – DPME, devendo ser concluída no prazo de 30 dias (podendo ser prorrogada por igual período) a contar da publicação do decreto nomeação.

* Da assessoria do governo de São Paulo

Temas relacionados:

X
12/09/2017
Charges