Aprovado requerimento de Aécio para ex-diretora da Apex explicar contratos espúrios

Notícias - 15/05/2019

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (15), o convite para que a ex-diretora da Agência de Promoção de Exportações (Apex), Letícia Catelani, explique aos parlamentares os contratos mantidos no âmbito da agência considerados por ela como “espúrios”.

Os deputados federais Aécio Neves, Arlindo Chinaglia e Rubens Bueno foram os autores do requerimento aprovado.

Exonerada do cargo na semana passada, Catelani atribuiu sua demissão a pressões por parte do governo federal para manutenção de “contratos espúrios”. A declaração foi publicada em sua rede social.

“Essa comissão tem, entre suas responsabilidades, o papel de fiscalizar as ações do Executivo. A Apex é uma agência extremamente estratégica e importante para as exportações brasileiras. Está subordinada ao Ministério das Relações Exteriores. Portanto, nada mais apropriado que dar oportunidade à ex-diretora da agência de esclarecer as dúvidas que ficaram a partir de suas declarações feitas, a meu ver, espontaneamente”, afirmou o deputado Aécio, autor do requerimento.

Ao ser exonerada, a ex-diretora escreveu em seu Twitter: “Combati incansavelmente a corrupção e fechei as torneiras que a alimentavam. Estou pagando o preço. Sofri pressão de dentro do governo pela manutenção de contratos espúrios, além de ameaças e difamações. Não me intimidei!”, afirmou.

A data para a audiência na Câmara ainda será definida pelo presidente da comissão, deputado Eduardo Bolsonaro.

“Esperamos que seja o mais breve possível. Temos assistido pela imprensa outras decorrências de seu ato, dando a possibilidade de interpretação de que poderia ter havido influência externa, inclusive de outro ministro de Estado, em contratos e atividades internas da Apex. Nada mais natural, e essa é a expectativa da sociedade, de que a sra. Catelani possa prestar os esclarecimentos devidos”, disse o deputado Aécio Neves.

Da assessoria de imprensa do parlamentar

X
15/05/2019
Charges