Imprensa- 11/01/2017

Banco Mundial prevê crescimento de 0,5% no PIB do Brasil

pib-850x566O Brasil ainda continuará sentindo as consequências da crise econômica gerada pelos erros cometidos durante o governo Dilma Rousseff. É o que revela o relatório do Banco Mundial (Bird) divulgado nesta terça-feira (10), que estimou um crescimento de 0,5% para o país. O resultado está abaixo da média da economia mundial, que é de 2,7%.

O documento divulgado pelo Bird afirma que a pequena evolução da economia brasileira contribuirá para o crescimento de 1,2% na América Latina e Caribe. O relatório de Perspectivas Econômicas Globais do banco estima que o Produto Interno Bruto (PIB) mundial terá um crescimento de 2,7% em 2017 perante 2,3% no ano passado.

O deputado federal Eduardo Barbosa (PSDB-MG) comentou o relatório do Banco Mundial e afirmou que todo o esforço da equipe economia do presidente Michel Temer está voltado para a recuperação do crescimento brasileiro. Ele acredita que, apesar de pequena, a expectativa do mercado internacional é que as reformas em curso no país ajudem na recuperação do Brasil.

“Todas as propostas da equipe econômica aprovadas até agora, e as que estão tramitando no Congresso, são para reverter esse quadro ruim. Isso se corrige com o tempo. O que se espera é um longo período para voltar ao que era anteriormente, ou seja, por mais esforço que esse governo faça, nós vamos ver esse crescimento voltando muito devagar, fala-se de cinco anos, ou mais, para poder recuperar aquilo que nós tínhamos antes do governo Dilma’, disse.

Para o tucano, o momento é de foco na recuperação e na construção de um governo assertivo. “Nós estamos vivendo justamente a repercussão e as consequência da política econômica adotada pelo último governo. O dever do governo é avaliar gastos da União e cuidar para que não se percam os resultados já alcançados. Cuidado que o governo Dilma não teve”, concluiu.

X
28/03/2017