Betinho espera punição efetiva de envolvidos em fraudes em instituto de previdência de PE

Notícias - 25/10/2018

O 1º vice-líder do PSDB na Câmara, deputado Betinho Gomes (PE), afirma que os fatos apontados na Operação Abismo são graves e devem ser rapidamente esclarecidos e, os culpados, punidos. Desencadeada na última sexta-feira (19), a operação da Polícia Federal tem como objetivo desarticular uma quadrilha especializada em fraudes no instituto de previdência de três municípios pernambucanos. As irregularidades haviam sido denunciadas no ano passado por Betinho e vereadores de oposição em Cabo de Santo Agostinho.

“Por muitas vezes apontamos para os órgãos de fiscalização denúncias que agora se confirmam. Infelizmente a população está sendo prejudicada. Mas a Polícia Federal e a Justiça estão atuando. Precisamos cobrar agilidade para que tudo seja esclarecido e cada centavo que foi desviado seja devolvido”, afirmou Betinho.

A operação é fruto de investigações que tiveram início em março deste ano e constataram o desvio de mais de R$ 90 milhões, o que teria ocorrido a mando do prefeito de Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral, colocando em risco o pagamento futuro da aposentadoria de servidores. O esquema teve a participação de empresários, lobistas, advogados, políticos e religiosos.

A operação cumpriu 42 mandados de busca e apreensão, 10 mandados de prisão preventiva e 12 mandados de prisão temporária. Ela foi deflagrada de forma simultânea em três cidades pernambucanas: Cabo, no Grande Recife, Vitória, na Zona da Mata, e Salgueiro, no Sertão. Também houve prisões e apreensões em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Goiás, Santa Catarina e no Distrito Federal. Só para cumprimento em Pernambuco, onde se concentrou a fraude, foram emitidos cinco mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária e 18 de busca e apreensão. O prefeito Lula Cabral é um dos presos em decorrência da operação.

Em vídeo postado em suas redes sociais, Betinho manifestou solidariedade a todos os servidores públicos municipais que estão sendo lesados pela fraude ocorrida no fundo de aposentadoria do município de Cabo de Santo Agostinho. Ao mesmo tempo, o tucano lembrou sobre os alertas e denúncias que fez em relação às irregularidades.

“Sempre alertamos a nossa população sobre esses desvios que estão acontecendo no município. Ao mesmo tempo, quero reafirmar o nosso compromisso de estar ao seu lado acompanhando, fiscalizando, e continuar atuando como opositores vigilantes que vão cobrar responsabilidade na utilização do recurso público do nosso povo”, disse.

Em dezembro de 2017, os vereadores de oposição apresentaram na Câmara Municipal pedido de abertura de CPI para apurar as denúncias de fraude na gestão do fundo de previdência dos servidores. O tema também foi abordado à época, no plenário da Casa, pelo vereador tucano Arimatéia.

*Do portal do PSDB na Câmara

X
25/10/2018
Charges