Brasil está 20 anos atrasado em tecnologia e inovação, afirma Izalci

Notícias - 05/09/2019

O senador Izalci Lucas (DF) defendeu a necessidade urgente de investimentos nas áreas de tecnologia e inovação para o desenvolvimento do país. Segundo ele, o Brasil está atrasado 20 anos em comparação com outras nações, que priorizam recursos e desenvolvem tecnologia de ponta.

De acordo com Izalci, o Estado brasileiro, ao não desenvolver tecnologias próprias, fica vulnerável e perde competitividade em vários setores importantes da economia, responsáveis pelo superavit da balança comercial, por serem geradores de riquezas, como o agronegócio e as indústrias de base, que investem nesse setor imprescindível.

“Para tratarmos de um Brasil moderno e competitivo com as nações desenvolvidas e em desenvolvimento, precisamos discutir e investir em pesquisas e, sobretudo, na inovação que nos chega todos os dias de cada canto desse mundo. O Brasil não pode ficar isolado, nem alheio às descobertas e às novas experiências”, disse.

O senador tucano anunciou ainda que a Frente Parlamentar de Ciência, Tecnologia, Pesquisa e Inovação realizará, no próximo dia 12, reunião com a participação dos ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, além de representantes da indústria da inciativa privada para debater “tecnologia e inovação para o desenvolvimento do país”.


X
05/09/2019
Charges