Brasil no Centro: programa Médicos pelo Brasil vai corrigir escassez de profissionais no interior

Notícias - 07/11/2019

A Câmara votará em breve a MP 890, que cria o Médicos pelo Brasil. O programa prevê a contratação de 18 mil médicos para suprir a demanda do país – 13 mil vão para o Norte e Nordeste. O texto já foi aprovado por comissão especial presidida pelo tucano Ruy Carneiro (PB).

A MP tem a chance de corrigir um problema histórico no Brasil: escassez de médicos no interior. No Amazonas, por exemplo, 93,1% dos profissionais estão na capital. Esse altíssimo índice se repete em Sergipe e Amapá. Outros 9 estados têm mais de 70% dos médicos nas capitais.

Editada como uma reformulação do Mais Médicos, a MP também traz mudanças na forma de seleção dos profissionais: além da inscrição, o candidato deve fazer prova escrita. Se o selecionado não tiver especialização em medicina da família, precisará passar por curso que ofereça essa formação.

O texto ainda reconhece os cubanos que decidiram ficar no Brasil mesmo com o fim do Mais Médicos. Eles serão incorporados ao novo programa desde que validem seus diplomas, por meio do Revalida, e se submetam à seleção. Também poderão manter 100% de seus salários para si – e não para o governo de Cuba.

Esta edição do Brasil no Centro fala sobre o programa Médicos pelo Brasil. Confira!


X
07/11/2019
Charges