Bruno Araújo: “Vamos mudar esse discurso raivoso que alimenta a velha política”

Notícias - 08/08/2018

Candidato do PSDB ao Senado pela Frente Pernambuco Vai Mudar, o deputado federal Bruno Araújo rebateu as críticas feitas à sua gestão, à frente do ministério das Cidades, pelo também concorrente à Câmara Alta, senador Humberto Costa (PT). Para o tucano, as acusações do petista demonstram que o senador “parou no tempo, não olha pra frente e não trata dos principais temas que interessam a vida dos pernambucanos”. Humberto criticou o tucano em discurso na tribuna do Senado, nesta terça (7), na sessão de reinício dos trabalhos após o recesso parlamentar.

Ao acusar o presidente do PSDB de “golpista” – por ter votado favoravelmente ao impeachment da ex-presidente Dilma (PT) – Humberto Costa, segundo Bruno Araújo, esquece que foi eleito pela militância de seu próprio partido, o PT, de agir como golpista ao impedir a candidatura ao governo de Pernambuco de sua colega de partido, a vereadora Marília (PT).

Durante o congresso do PT na semana passada, quando a expressiva maioria dos delegados votaram a favor da candidatura de Marília Arraes ao governo, Humberto Costa foi hostilizado pela militância com gritos de “golpista, golpista”.

O senador atuou na linha de frente para impedir que a vereadora saísse candidata, em nome de uma aliança com o PSB do governador Paulo Câmara, que disputa a reeleição.

“Humberto é o responsável pelo ‘impeachment’ de Marília. Humberto é o carrasco de Marília. Marília poderia ajudar no debate eleitoral em torno de temas que interessam aos pernambucanos”, lamentou.

E completou: “Mais que isso, Humberto foi o responsável pela paralisação de obras habitacionais em Pernambuco. Como ministro do Brasil e do Estado ajudei a retomar as obras do Minha Casa, Minha Vida, gerando emprego e renda, e entregando mais de 10 mil casas às famílias que mais precisavam. Nesse momento, mais 10 mil estão em construção para realizar o sonho da casa própria”, finalizou.

X
08/08/2018
Charges