Com forte atuação em comissões do Senado, Flexa disputa o terceiro mandato pelo PA

Notícias - 14/08/2018
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

São várias as lutas do senador Flexa em favor do Pará e dos paraenses. Assim como sua participação em comissões permanentes do Senado. Está presente – e atuante – em 12 dos 14 colegiados formados para discutir e votar as propostas de leis que são apresentadas à Casa. De assuntos econômicos à educação, passando pela Constituição e Justiça (CCJ) e defesa do consumidor – sem falar em duas comissões mistas com a Câmara e uma parlamentar de inquérito, a CPI dos Maus Tratos. E após dois mandatos como senador, o tucano tenta em outubro uma nova reeleição.

A atuação de Flexa Ribeiro já garantiu importantes conquistas ao estado, como as universidades federais do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e do Oeste do Pará (Ufopa). É autor do projeto, aprovado em abril deste ano, que garante mais recursos para a segurança pública. Dados do Siga Brasil – o sistema de informações do orçamento público federal – o apontam como o parlamentar da bancada do Pará que mais destina recursos para a melhoria e expansão da saúde pública no estado. Considerando os últimos quatro anos, Flexa garantiu R$ 28,1 milhões em recursos de emendas.

Flexa Ribeiro é reconhecido como o melhor senador do Brasil pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), entidade que representa as 5.570 cidades brasileiras. E avaliado pelo site independente e apartidário Ranking dos Políticos como o segundo melhor de todo o país. No levantamento anual do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), mantém-se no grupo dos parlamentares com maior influência política entre os “100 Cabeças do Congresso”.

Engenheiro civil por formação, foi professor do curso de engenharia da Universidade Federal do Pará e presidente do Sindicato da Indústria da Construção do Pará (Sinduscon) e da Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa). Como vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), ajudou a instalar a Ação Pró-Amazônia, associação que integra as Federações de Indústrias dos nove estados amazônicos e contribui para planejar ações de fortalecimento e desenvolvimento regional.

No início da década de 90, filiou-se ao PSDB e fez parte do grupo político que ajudou a eleger o tucano Almir Gabriel ao governo paraense – gestão que transformou o Pará e se tornou um marco histórico do estado. Em 2005, Flexa assumiu como suplente o mandato do então senador Duciomar Costa (PTB-PA), que saiu vitorioso nas eleições municipais de 2004 como prefeito de Belém.

O trabalho e o empenho do senador na defesa do Pará asseguraram sua reeleição no ano de 2010. Flexa Ribeiro garantiu mais de 1,8 milhão de votos, a maior votação da história paraense. Por lá, presidiu, de 2009 a 2011, a Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática (CCT). Em 2012, teve atuação decisiva na implantação da Ouvidoria do Senado, sendo o primeiro ouvidor-geral da Casa.

Na composição da mesa diretora no biênio 2013-2014, foi indicado pelo PSDB para assumir o cargo de primeiro-secretário, responsável pelos serviços administrativos e pela realização da supervisão geral do Senado.


X
14/08/2018
Charges