Congresso tem o desafio de aprovar reformas, afirma Miguel Haddad

Notícias - 18/01/2019
Foto: Agência Câmara

O deputado Miguel Haddad (SP) acredita que o Congresso deu importantes contribuições ao país nos últimos anos. Ao fazer um breve balanço de seu mandato, o tucano lembra que o Parlamento assumiu protagonismo em momentos fundamentais que abriram caminho para as transformações que o Brasil precisa.

Lembrando de episódios emblemáticos, como a cassação do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e o impeachment de Dilma Rousseff, o deputado afirma que sem esses fatos políticos, o país não poderia vencer a crise e reencontrar o caminho do desenvolvimento. Na última legislatura, o Congresso adotou medidas como  a reforma trabalhista e o teto para gastos públicos, que forçou os gestores a otimizarem a aplicação dos recursos.

Haddad afirma que os novos parlamentares terão entre os desafios as reformas da Previdência e tributária para gerar competitividade e fomentar a economia.

Para o tucano, o país precisa passar por uma simplificação tributária. Segundo ele, hoje os empresários gastam boa parte dos recursos das empresas com burocracia. “Nós temos que ter essa retomada do desenvolvimento, do crescimento econômico, isso só será possível por meio de medidas que devem ser adotadas agora no início desse governo; entre elas, as reformas”, enfatizou.

O tucano ainda aponta como desafios a diminuição das diferenças sociais e a priorização da educação. “É extremamente importante a valorização da educação para um país que de fato possa se desenvolver e criar oportunidades. Essa legislatura cumpriu um papel importante. A próxima naturalmente tem uma nova missão de fazer com que o país se desenvolva e que seja um local com oportunidades e com menores diferenças sociais e econômicas”, declarou.

Do PSDB na Câmara

Temas relacionados:

X
18/01/2019
Charges