Doria visita Vale do Paraíba e anuncia que irá instalar dois batalhões especiais da PM na região

Notícias - 22/10/2018
Foto: divulgação

João Doria, candidato do PSDB ao Governo do Estado, esteve nesta segunda-feira (22) em São José dos Campos, no Vale do Paraíba, e disse que o principal problema identificado na região, e que receberá prioridade absoluta em seu governo, é a segurança pública. Para combater o crime nos municípios do Vale e reduzir a taxa de homicídios, serão implantados dois novos BAEPs, o Batalhão Especial da Polícia Militar, um em Taubaté e outro em Caraguatatuba, este último para atender o Litoral Norte do Estado. Também haverá dois novos Deics regionais para investigação dos crimes.

“É importante a ação integrada das polícias. E a inteligência policial. A Polícia Civil investigando você prende os criminosos e evita que o crime se repita. E a repetição de crimes nesta região é impressionante. Como, por exemplo, assaltos a caixas automáticos. Toda semana eu vejo notícias sobre isso. Falta um trabalho de investigação mais criterioso. E vamos colocar também mais equipamentos para a polícia nesta região”, afirmou. A polícia terá equipamentos modernos para trabalhar e veículos operacionais blindados.

Doria disse ainda que implantará, gradualmente, nas cidades-sede das regiões do Estado os COEs, ou centros de operação integrada. “É um núcleo onde você tem Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiros, os prestadores de serviço, as empresas de distribuição de energia e água, a Defesa Civil municipal, a Defesa Civil Estadual, a Polícia Federal, com uma ação coordenada em todos os setores. Um exemplo positivo que nasceu com os Jogos Olímpicos e com a Copa do Mundo e que nos parece uma medida acertada.”

Outro tema abordado no Vale do Paraíba foi a privatização do serviço de balsas. Doria disse ser inadmissível os motoristas aguardarem até sete horas para fazer a travessia, como aconteceu no último feriado com quem seguia até Ilhabela. O projeto dele é conceder o serviço de balsas em todo Estado, com a iniciativa privada assumindo a operação e a Dersa atuando como agência reguladora. “Vai aumentar a eficiência, o custo não”, garantiu.

O candidato também planeja implantar nesta região do Estado e em Campinas o trem intercidades, feito em regime de Parceria Público-Privada (PPP). “Empresas chineses, do Médio Oriente e da Espanha têm interesse na exploração de trens intercidades”, afirmou. Os estudos para implantação do trem serão iniciados já no primeiro semestre do ano que vem.

Inovação e tecnologia

Durante visita a São José dos Campos, Doria falou da importância em investir em inovação e tecnologia. “O Governo do Estado de São Paulo, a partir de janeiro, vai aumentar seus investimentos em tecnologia e inovação. Primeiro, na desburocratização do Estado, utilizando a tecnologia a serviço do cidadão, para reduzir a burocracia, facilitando sua vida. Depois, apoiando iniciativas como esta, do Centro Tecnológico de São José dos Campos, que abriga mais de 130 empresas. Mais de 2.000 pessoas estão aqui trabalhando. É uma iniciativa local, mas que teve apoio do Governo do Estado e continuará a ter.”

Ele disse ainda que irá priorizar cursos de Fatecs e ETECs voltados, por exemplo, para aeronáutica e automobilística, duas indústrias presentes na região, qualificando a mão de obra. “E eu serei o embaixador desta região, nós vamos buscar investimentos internacionais aproveitando os modais que já existem aqui, de transporte rodoviário, ferroviário e aéreo para trazer novos investidores internacionais. Aqui nós já temos investimentos internacionais de vários países, é perfeitamente possível ampliar estes investimentos.”

Da assessoria de João Doria

X
22/10/2018
Charges