Durante governos do PT, Bolsa Família beneficiou famílias com renda de R$ 5 mil

Notícias - 18/04/2017

O pente-fino do governo federal no programa Bolsa Família já encontrou, desde o ano passado, mais de 1 milhão de inconsistências entre os quase 14 milhões de repasses feitos a beneficiários. E algumas delas são surpreendentes: até novembro de 2016, 38 brasileiros com renda familiar per capita acima de R$ 5 mil recebiam o benefício. Segundo a coluna Radar Online, do site da revista Veja, um desses fraudadores recebia o valor de R$ 171 mensais mesmo com renda de R$ 13 mil. O deputado federal Vanderlei Macris (PSDB-SP) lamenta que os governos do PT tenham deixado de averiguar e corrigir esses problemas durante tantos anos de gestão.

“Sem dúvida, o que a gente percebeu nos últimos anos foi uma farra com o dinheiro público, falta de fiscalização. Foi realmente uma abertura de porteiras sem nenhum tipo de presença de Estado em adequar o dinheiro público às suas reais necessidades. E não foi diferente no Bolsa Família.”

A identificação dessas irregularidades é resultado de um aprimoramento dos mecanismos de controle do programa. A pedido do ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, foi feito um cruzamento de dados que resultou no cancelamento de quase 470 mil benefícios, dos quais apenas 25 mil foram revertidos após atualização cadastral e vistoria domiciliar. Macris defende que a inspeção desse e de outros programas se torne habitual, para garantir a qualidade dos benefícios.

“Nós precisamos trilhar o caminho natural dos investimentos de dinheiro público com bastante responsabilidade e, efetivamente, criar as condições para um Brasil melhor que viva, sem dúvida, com tranquilidade, para que a população saiba que dinheiro público está sendo bem gasto.”

Apesar das fraudes encontradas no Bolsa Família, o governo federal já programou o repasse de mais de R$ 2,4 bilhões para beneficiários só neste mês.

Clique aqui para ler a reportagem da coluna Radar Online.


X
18/04/2017
Charges