Eduardo Campos saúda referendo do desarmamento

Notícias - 14/10/2005

Jornal do Senado ( 14 de outubro ) Eduardo Siqueira Campos (PSDB-TO) registrou ontem sua posição favorável à proibição da venda de armas e munição no Brasil. Após saudar o Congresso por ter deixado a palavra final sobre o desarmamento com os brasileiros, considerou que o uso de armas está associado diretamente à violência.

O parlamentar acredita que só quem tem preparo para manusear uma arma de fogo poderia portá-la. Mesmo assim, observou que as estatísticas apontam que, nos assaltos a banco, o segurança, teoricamente preparado para manipular o armamento, costuma ser a primeira vítima fatal em caso de eventuais disparos.

Eduardo aposta em um conjunto de medidas sociais, que reuniria o combate à miséria e ao desemprego, além de investimentos em educação, para um enfrentamento mais eficiente da violência. No entanto, o senador vê o desarmamento como um primeiro passo em direção a uma sociedade mais civilizada.


X
14/10/2005
Charges