Empresários da construção civil visualizam expectativas mais otimistas para o setor em 2017

“Área gera emprego, renda e movimenta economia”, celebra deputado tucano Fábio Sousa

Imprensa - 25/01/2017

construcao_civil_0Uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que, depois de seguidas retrações, a construção civil deverá ter um ano mais positivo. Os empresários do setor aumentaram a previsão de geração de postos de trabalho e novos empreendimentos para este ano. O índice de expectativa para a área, levantado pela CNI, subiu de 38% em janeiro do ano passado para 47% no mesmo mês em 2017. O deputado federal Fábio Sousa (PSDB-GO) lembra que algumas medidas tomadas pelo governo, como o aumento no número de construções do Minha Casa Minha Vida e a criação do Cartão Reforma, têm potencial para impulsionar a construção civil e gerar empregos.

“O otimismo gerado por algumas decisões certas que foram tomadas economicamente pode gerar algo positivo para a área de construção civil. Lembrando que a área de construção civil gera emprego, renda e também movimenta toda uma economia independente. Vai desde quem vende marmita para as construtoras, para os pedreiros que trabalham na obra, até quem vende material caro, como aço, etc. É algo que faz a economia girar”, reforçou.

Além das medidas já tomadas, o governo federal também espera encaminhar ao Congresso Nacional reformas que acelerem a retomada do crescimento econômico. Com as mudanças propostas nas leis trabalhistas, o presidente Michel Temer espera flexibilizar acordos entre empregadores e trabalhadores, o que pode estimular a abertura de vagas formais de emprego. No âmbito da reforma tributária, o governo busca propor um modelo que reduza a burocracia, mas sem diminuir a arrecadação. Fábio Sousa ressalta a importância dessas medidas, que já sinalizam positivamente para o mercado.

“São decisões que foram tomadas economicamente que estão gerando esse otimismo. São bons sinais para o mercado. Elas precisam começar a ser discutidas e cabe ao Congresso ver a dose. Mas são reformas importantíssimas para o crescimento do país e só de chegar ao Congresso já será uma boa notícia para a economia brasileira”, enfatizou o tucano.

No ano passado, o presidente também fez o relançamento do Cartão Construcard. O governo federal anunciou uma linha de crédito de R$ 7 bilhões para construir, reformar ou ampliar imóveis. Na ocasião, Temer reforçou que o governo tem apresentado diversos incentivos para a área da construção civil, visando beneficiar diversas camadas da população.


X
25/01/2017
Charges