Comissão Eleitoral do PSDB-Mulher inicia o monitoramento dos recursos do Fundo Eleitoral

Notícias - 17/08/2018

A Comissão Eleitoral do PSDB-Mulher designada para administrar as candidaturas tucanas nas eleições de 2018 ganhou, nesta quinta-feira (16), uma nova integrante. A presidente do PSDB-Mulher de Alagoas, Adriana Toledo, será a responsável pelo monitoramento e acompanhamento da execução dos recursos do Fundo Eleitoral de cada candidata durante o período da campanha.

Em reunião na sede nacional do partido, em Brasília, a presidente de honra do segmento, Solange Jurema (AL), destacou a importância da transparência e do uso correto do dinheiro destinado para às tucanas. Para ela, uma falha na prestação de contas ou o uso incorreto da verba destinada para as candidatas podem atrapalhar o partido como um todo.

“A Adriana foi incluída na comissão oficialmente para nos ajudar nesse acompanhamento que vai ser muito importante. Nós temos a responsabilidade de conscientizar essas mulheres que esses recursos têm que ser empregados dentro da lei com uma prestação de contas rigorosa. Todas precisam ter consciência de que uma prestação malfeita pode prejudicar todo o contexto partidário”, acrescentou.

Para Adriana Toledo, as novidades na legislação eleitoral e a burocracia em torno da utilização dos novos recursos geram dúvidas até mesmo nas mulheres que já concorreram outras vezes a um cargo eletivo.

“A contabilidade eleitoral é complicadíssima, não é simples para uma pessoa que nunca foi candidata que não está ali naquela função todos os dias. Mesmo que bem-intencionada, a candidata pode se atrapalhar na hora de gastar esse dinheiro, por isso essa comissão é tão importante”, completou.

Segundo a tucana, o trabalho de análise da situação de cada candidatas para identificar quais se enquadram nos pré-requisitos para a distribuição dos recursos eleitorais, definidos previamente em reunião ampliada do Secretariado Nacional com as presidentes estaduais do PSDB-Mulher, já está na fase final.

“Estamos concluindo esse trabalho inicial e, a partir de hoje, um outro trabalho que vai perdurar durante toda a campanha: o de acompanhamento da execução desses recursos. Esse é o momento de mostrarmos que somos capazes de administrar e fazer o bom uso do dinheiro. Estamos preocupadas em acertar, em usar os recursos de forma honesta, transparente e criteriosa”, concluiu.

Além de Solange e Adriana, também esteve presente na reunião a 3ª Vice-presidente do PSDB-Mulher e integrante da Comissão Eleitoral, a tucana Lêda Tâmega.

X
17/08/2018
Charges