Governo de SP anuncia ações para melhorar a vida da população nas áreas de segurança e saúde

Saúde - 08/02/2019

O governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (8) medidas na área da segurança e da saúde. O governador João Doria assinou decreto que cria mais quatro Batalhões de Ações Especiais de Polícia (Baep) para reforçar a segurança no estado. As novas unidades serão instaladas na Capital, Grande São Paulo e no interior do Estado e deverão entrar em funcionamento na primeira quinzena de abril.

“Todos os policiais que vão atuar no Baep passarão por treinamento no Comando de Policiamento de Choque com o padrão Rota, para o patrulhamento tático, gerenciamento de crise, negociações com reféns, busca e apreensão de artefatos explosivos, patrulha em locais de risco, ações táticas especiais, controle de multidões e policiamento em manifestações”, disse Doria.

São Bernardo do Campo será a sede do 6º Baep, que atenderá todos os municípios da região do Grande ABC. O 7º Baep será instalado no centro da Capital e abrangerá a área do Comando de Policiamento de Área 1 (CPA/M1). O 8º Baep será criado em Presidente Prudente e o 9º em São José do Rio Preto, atendendo todos os municípios das respectivas regiões.

O efetivo a ser empregado nessas novas unidades passará por treinamento sob coordenação e aplicação do Comando de Policiamento de Choque (CPChq).

Atualmente, há cinco Baeps distribuídos em Campinas, Santos, São José dos Campos, zona Leste da Capital e Barueri. A previsão é que os quatro novos Baeps passem a funcionar em meados de abril. Juntas, essas unidades em 2018 foram responsáveis pela prisão e apreensão de 3.856 criminosos, pela recuperação 371 veículos e por tirar das ruas mais de 3,3 toneladas de drogas e 516 armas de fogo ilegais.

Corujão da Saúde’

Inicia no próximo dia 25 de fevereiro a primeira fase do “Corujão da Saúde”, que terá como finalidade zerar a fila por ultrassom, mamografia e endoscopia em inicialmente em três regiões do Estado – Grande São Paulo, Campinas e Vale do Paraíba -, que totalizam 155.243 exames.

O atendimento será realizado em horários alternativos, por meio da ampliação da oferta nos serviços da rede própria estadual – hospitais e AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades) – e também em parceria com hospitais privados.

“O Programa Corujão da Saúde terá início em 25 de fevereiro, tomando como base o sucesso na prefeitura de São Paulo”, afirmou o Governador João Doria.

A Secretaria da Saúde já fez contatos com serviços particulares como os hospitais Sírio-Libanês, Albert Einstein, Beneficência Portuguesa, HCor, Santa Casa de São José dos Campos, Hospital Vera Cruz (Campinas) e WK Diagnose (Taubaté), entre outros, buscando parceiros para o “Corujão”.

Pacientes com câncer

Uma iniciativa inédita da Secretaria de Estado da Saúde pretende zerar a fila de pacientes diagnosticados com câncer e que precisam iniciar o tratamento. A pasta montou estratégias para ampliar a oferta de consultas com especialistas em oncologia e atender uma demanda de aproximadamente 2,5 mil pessoas que estavam inseridos na regulação da Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer.

Cerca de 46% dos pacientes que aguardavam atendimento estavam concentrados na Grande São Paulo, onde as ações já começam neste final de semana.

Nos sábados, 9 e 16 de fevereiro, o Centro de Referência em Saúde do Homem do Hospital de Transplantes, realiza um mutirão contra o câncer de próstata para atender 500 pacientes. O número de atendimentos representa quase o total de consultas que o hospital realiza em um ano. O objetivo é acelerar a inclusão dos pacientes encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde municipais nas diferentes linhas de cuidados do hospital para tratamento contra câncer de próstata.

Outros serviços de referência na assistência de alta complexidade entram no pacote de ampliação da oferta, como o Centro de Referência de Saúde da Mulher – Hospital Pérola Byington, Hospital Heliópolis, Hospital Geral de Guarulhos e o Hospital Estadual Mário Covas. Os cronogramas estão em elaboração pelas unidades.

A pasta também firmou convênio com o Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho, na Capital, que irá oferecer a partir de março atendimentos de oncologia clínica.

No interior paulista, serviços como o Conjunto Hospitalar de Sorocaba, a Santa Casa de São José dos Campos e o Hospital Regional de Assis atuarão no mesmo sentido.

Com informações da Secom do Governo de São Paulo

Temas relacionados:


X
08/02/2019
Charges