Votação da reforma tributária é de interesse nacional, defende Hauly

Notícias - 17/10/2018

Relator da proposta de reforma tributária, o deputado Luiz Carlos Hauly (PR) acredita que a medida ainda pode ser votada. Em discurso nesta terça-feira (16), o tucano defendeu que os partidos se unam na busca de um consenso, considerando que a reforma é de interesse de todos os brasileiros.

O parlamentar ressalta que os últimos quatro anos foram atípicos, com acontecimentos conturbados na economia e na política. Ainda assim, ele afirma que existe acordo entre pontos da reforma, como o Imposto sobre o Valor Agregado (IVA), já usado na União Europeia e Canadá.

Hauly explica que o país pode juntar nove tributos em apenas um imposto de valor agregado, uma cobrança nacional e simples, com sistema totalmente eletrônico. “Com isso, nós combateríamos 500 bilhões de reais de sonegação por ano, reduziríamos 500 bilhões de reais de renúncia fiscal por ano. Seria 1 trilhão de reais entre sonegação e renúncia”, disse.

Outra redução possível é a do custo da burocracia, hoje estimado pelo Banco Mundial em 1% do PIB. Com isso, os conflitos tributários, judiciais e administrativos também cairão. A desoneração de remédios e alimentos derrubaria o preço desses produtos, beneficiando milhões de famílias. “Teríamos então um sistema tributário simples, tecnológico e de inclusão social”, afirmou.

*Do portal do PSDB na Câmara

X
17/10/2018
Charges