João Doria anuncia medidas de economia no governo

Notícias - 31/10/2018

Eleito governador de São Paulo no domingo (29), João Doria (PSDB) agradeceu os votos que recebeu por meio de vídeo que publicou em sua conta no Twitter. “Quero dizer que vou governar para você que votou em mim e para você que não votou também.”, disse.

Doria também anunciou que não usará o Palácio dos Bandeirantes como residência oficial.

“O Palácio dos Bandeirantes será a sede do trabalho. Nenhuma mordomia adicional para mim ou para alguém da minha família”, afirmou e contou que irá desativar o uso do Palácio de Inverno de Campos de Jordão para autoridades, outra moradia à disposição do chefe do Executivo paulista.

“O Palácio Boa Vista será o Palácio do povo, dos visitantes de Campos do Jordão. Será um centro cultural, centro gastronômico para ajudar o turismo de Campos do Jordão. Não teremos mais para governador nem palácio inverno, palácio de verão, nem palácio para morar. Palácio vai ser para trabalhar. ”, garantiu.

O ex-governador tucano José Serra (2007-2010) também dispensou o Palácio dos Bandeirantes.

Nesta quarta-feira (31), o governador eleito divulgou outro vídeo, no qual falou sobre medidas de economia no governo. Doria disse que haverá “economia de mordomia”. De acordo com o futuro governador de São Paulo, não haverá mais o volume de veículos que hoje existem para atender os setores do governo.

Doria considera que os veículos devem estar à disposição somente quando for para servir a população. “Vamos devolver centenas de automóveis alugados e vamos vender outras centenas que estão sendo utilizados, ao meu ver, de forma inadequada”.

A solução será o uso de aplicativos. “Mais fácil, mais rápido, mais moderno”, considera. O tucano disse que essa é a forma de fazer um governo diferente e mais eficiente.

Reportagem da redação

X
31/10/2018
Charges