Líder do PSDB critica desbloqueio da Renca e solicita que sejam sustados os efeitos do Decreto 9.142/17

Notícias - 24/08/2017

O Líder do PSDB na Câmara, deputado Ricardo Tripoli (SP), anunciou que apresentará nesta sexta-feira (25/08), à Casa Civil da Presidência da República, uma solicitação para que sejam sustados os efeitos do Decreto 9.142, divulgado hoje – que extinguiu a Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca), liberando para exploração mineral área localizada entre o Pará e o Amapá. Para Tripoli, além do evidente risco ambiental, a medida foi tomada sem uma discussão adequada, não tendo recebido o aval de importantes setores relacionados ao tema.

 “É fundamental aprofundar o debate sobre os riscos que essa medida pode causar, e não apenas considerar o efeito econômico. Por esse motivo, também vou solicitar que a Câmara dos Deputados realize uma audiência pública com todos os atores envolvidos, desde os Ministérios do Meio Ambiente, de Minas e Energia e até mesmo o Ministério da Justiça – uma vez que áreas indígenas demarcadas na região também podem sofrer com a extinção da Renca, por exemplo. Ao desbloquear essa área, de 47 mil km², abre-se precedente para que outros locais sejam explorados de maneira predatória e inconsequente”, alertou Tripoli.

 O Líder tucano disse que estudará ainda nesta sexta-feira outras iniciativas legislativas para enfrentar o que considera um retrocesso. 

*Da assessoria do deputado. 

Temas relacionados:


X
24/08/2017
Charges