Notícias- 19/06/2017

Minorias ganham apoio para políticas de inclusão

O 3° Encontro Nacional do Grupo de Trabalho de Políticas Públicas de Promoção da Igualdade Racial, que ocorreu em Porto Velho (Rondônia), na semana passada, reuniu representantes de vários segmentos da sociedade em que foram definidas uma série de políticas públicas de inserção social. O foco das atividades envolve a inclusão no Programa Juventude Viva, adesão ao Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial e intermediação entre a Fundação Nacional de Saúde e o Incra para levar políticas de acesso a água nas Comunidades de Remanescentes Quilombolas.

Também ficou definido que serão intensificadas a intermediação entre Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde para formação do Comitê de Equidade da Saúde e entre a Fundação Palmares e a Federação dos Cultos Afros Religiosos, Umbanda e Ameríndio do Estado de RO a solicitação de Tombamento da Casa de Matriz Africana mais antiga do Estado.

A intolerância religiosa foi um temas que despertaram a atenção dos organizadores e participantes dos debates, daí a decisão de incentivar o o processo de criação do núcleo especializado em crimes raciais e de intolerância religiosa.

O secretário Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Juvenal Araujo Junior (PSDB-MG), foi um dos mais atuantes nas discussões e contou com o apoio de Raquel Dias (Ministério da Educação), Marcos Peixinho (Ministério da Saúde) e  Vanderlei Lourenço (Cultural Palmares).

 

As autoridades debateram também questões específicas relacionadas à população negra, cigana e indígena no que se refere à infraestrutura, educação e cultura, tais como: saúde, políticas culturais afrodescendentes, acesso a terra e acesso às cotas.

 

 

X
23/06/2017