Na Comissão de Agricultura, Mara Rocha cobra regularização fundiária

Notícias - 15/03/2019

Na instalação da Comissão de Agricultura da Câmara, a deputada Mara Rocha (AC) destacou a importância da Regularização Fundiária e como ela poderá contribuir para o desenvolvimento da Região Norte do país. A tucana também apontou as potencialidades do Acre para a pecuária.

O discurso de Mara aponta uma de suas principais bandeiras de mandato: a desburocratização e regularização das terras dos pequenos e médios produtores do estado. A parlamentar destacou os chamados “bois verdes”, que se alimenta somente de pasto, e também a grande potencialidade do solo no estado. Entretanto, produtores ainda sofrem com a burocracia e regularização fundiária.

“É muito importante que essa comissão tenha um olhar especial em tratar de uma política agrícola para a região amazônica. Os produtores rurais são tratados como bandidos, por plantar, por produzir, e nós temos que mudar essa realidade”, disse.

A tucana também falou a respeito dos R$ 6 bilhões investidos pelo Ministério da Agricultura para os pequenos e médios produtores rurais. Segundo ela, muitos produtores não tiveram acesso ao recurso por não possuírem a documentação.

“Temos que desburocratizar, agilizar a regularização fundiária, criar uma força tarefa, resolvendo esse ponto nós vamos desenvolver a região norte, esse é um dos principais pontos da agricultura e da pecuária da região norte”, lamentou.

Mara falou sobre a criação de uma frente parlamentar da regularização fundiária, de sua autoria, para que essa situação seja resolvida. “Quero o apoio de todos vocês porque os produtores da região norte estão pedindo socorro, eles precisam ter a segurança jurídica e a documentação da sua terra para possamos resolver aquele ponto tão distante do Brasil, tão distante dos grandes centros”, disse.

Do PSDB na Câmara

 

X
15/03/2019
Charges