Na presidência do Mercosul, Brasil quer concluir acordo de livre comércio com a UE

Notícias - 22/08/2017
Foto: Agência Câmara

Brasília (DF) – Na presidência rotativa do Mercosul, o Brasil pretende levar à União Europeia, na semana que vem, a mensagem de que o bloco continua empenhado em concluir o acordo de livre comércio birregional no menor prazo possível. Os europeus ainda precisam apresentar sua oferta agrícola. Para discutir esses termos, o ministro das Relações Exteriores brasileiro, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), estará em Bruxelas no próximo dia 29, para um encontro com a comissária europeia de Comércio, Cecilia Malmström, e a representante da UE para relações externas e política de segurança, Federica Mogherini.

As informações são de reportagem publicada nesta terça-feira (22) pelo jornal Valor Econômico.

O encontro antecede uma nova rodada de negociações entre os dois blocos, prevista entre os dias 4 e 8 de setembro na capital belga. É a oferta agrícola europeia que deverá ditar o acordo birregional como um todo. Isso porque, desde 2016, a União Europeia excluiu concessões para carne bovina e etano para o Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai.

Por isso, o Mercosul avalia que só após ter uma noção clara dos números de cotas para esses produtos que o acordo final poderá ser negociado. No mesmo sentido, os europeus esperam do bloco sul-americano uma definição na oferta sobre acesso a serviços, setor automotivo e produtos industriais.

Leia AQUI a reportagem do jornal Valor Econômico.

X
22/08/2017
Charges