Papa apela por esforços por planos de saneamento e abastecimento

Notícias - 11/08/2017

O deputado João Paulo Papa (PSDB-SP), que faz parte da Subcomissão de Saneamento Ambiental, apelou ao secretário nacional do Ministério das Cidades, Olavo de Andrade, para intensificar os esforços para a execução plena dos planos municipais (de saneamento e) para controle de perdas de água nas redes de abastecimento no Programa Avançar Cidades – Saneamento.

Nas redes sociais, Papa detalhou a preocupação com a falta de saneamento em boa parte dos municípios brasileiros. “Mais da metade das cidades brasileiras não tem Plano de Saneamento e as perdas de água, em alguns estados, chegam a 70%”, afirmou ele durante reunião com Andrade, parlamentares e representantes de entidades do setor.

Papa disse que a Subcomissão de Saneamento Ambiental entrou em contato com todos os governadores para informar sobre o programa Avançar Cidades e pedir a colaboração de cada um para fazer a informação chegar a todos os municípios de cada estado.

De acordo com o último Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (2011), 82% dos brasileiros recebem água por meio de rede de abastecimento – se considerada apenas a população urbana, sobe para 93%. O atendimento com rede coletora do esgoto chega a apenas 48% da população. O índice de tratamento do esgoto gerado no país é ainda pior: apenas 38% são tratados.

Pelo Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab), devem ser investidos até 2033 cerca de R$ 508 bilhões e define metas nacionais e regionalizadas de curto, médio e longo prazos, para a universalização dos serviços de saneamento básico.

Temas relacionados:

X
11/08/2017
Charges