Papa defende reativação de linha férrea para transporte turístico e de passageiros

Notícias - 23/01/2019
Foto: Divulgação

O deputado João Paulo Papa (SP) defendeu a reativação da linha férrea da antiga linha Santos-Cajati, um percurso de 131 quilômetros, hoje totalmente abandonado. Segundo ele, é importante promover reuniões em municípios da Baixada Santista para dar oportunidade aos representantes de municípios locais participarem.

“Trabalhei firme para que reativássemos a linha férrea da antiga linha Santos-Cajati, no trecho que vai de Mongaguá a Pedro de Toledo, para dois usos: o trem de passageiros entre as cidades do Litoral Sul e o trem turístico ligando esses municípios às cidades do Vale do Ribeira. Essa seria uma ação importante para estimular o turismo e a economia dessas regiões”, afirmou.

O deputado, junto com a sua equipe, reuniu prefeitos, vereadores, especialistas e representantes de empresa que possui a outorga da ferrovia e pretende devolvê-la à União. “Permanecerei lutando para que esse projeto possa, de fato, ser executado. É desenvolvimento para o Litoral Sul e o Vale”, reiterou.

A proposta já foi apresentada ao Conselho de Desenvolvimento Intermunicipal do Vale do Ribeira e Litoral Sul (Codivar) e teve o apoio de vários prefeitos. Em novembro, junto com o deputado Samuel Moreira (SP), houve uma reunião na Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados para avaliar a viabilidade de implementar o projeto. “É a oportunidade de desenvolver um transporte de passageiros de qualidade”, disse Papa, durante o debate. Ocorre que a ferrovia construída há 105 anos – que transportou carga do Vale até o Porto de Santos – está concedida à Rumo Logística.

A concessionária já demonstrou interesse em devolvê-la ao Governo Federal, por entender que não há viabilidade econômica para explorá-lo.

Do PSDB na Câmara

X
23/01/2019
Charges