Para FHC, prioridade da reforma da Previdência deve ser redução da desigualdade social

Notícias - 13/05/2019
#pracegover Ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso, com um microfone na mão, participa de palestra no Rio de JaneiroFoto: Tânia Rêgo/Agência Brasi

Em tuíte postado neste domingo (12), o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso defendeu que a reforma da Previdência tenha como principal objetivo a redução da desigualdade social, mas sem descuidar da redução do endividamento público em longo prazo. Ele citou a participação de Eduardo Moreira, economista formado pela Universidade da Califórnia de San Diego (UCSD), na audiência pública da Comissão Especial da Reforma da Previdência, em 9 de maio passado, que defendeu que a reforma não mexa com os mais pobres.

“Ouvi depoimento do economista, que não conheço, Eduardo Moreira sobre a reforma da Previdência: o ponto dele é correto, tiremos dos que mais ganham, não dos pobres. A reforma é necessária, mas o olhar tem que ser tanto fiscal quanto redistributivo. Eis a questão e a dificuldade”, tuitou o ex-presidente.

O ponto ressaltado por Moreira, na audiência, é que a proposta apresentada pela equipe econômica mexe com todos os estratos sociais. E tende a sacrificar a população de mais baixa renda.

“Você não diminui desigualdade tirando do que tem mais e tirando do que tem menos. Tira só do que tem mais”, criticou Moreira, acrescentando que “qualquer coisa que se tira dos pobres faz toda diferença”.

Com informações do Instituto Teotônio Vilela (ITV)


X
13/05/2019
Charges