Plínio: governo precisa entender necessidade de dialogar com o Congresso

Notícias - 01/04/2019
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O senador Plínio Valério (AM) afirmou na semana passada em Plenário que o governo federal precisa entender a necessidade de diálogo constante com o Congresso se quiser aprovar os projetos que considera prioritários, como a reforma da Previdência e o pacote de combate à violência e à corrupção.

Para ele, é um avanço a vinda de ministros ao Congresso para explicar as prioridades de suas pastas. Ele se referiu aos ministros que estiveram no Senado e na Câmara: Paulo Guedes, da Economia; Sergio Moro, da Justiça; Ricardo Vélez, da Educação; e Luiz Henrique Mandetta, da Saúde.

— Eu vi um avanço, eu vi um sinal. Quatro ministros estiveram aqui ao mesmo tempo, tumultuaram, porque, quatro ministros ao mesmo tempo, a gente tem que se desdobrar, mas foi um sinal de que o presidente entendeu que isso aqui não é quartel, de que o Moro entendeu que isso aqui não é vara criminal. Ótimo, começou o diálogo, começou a conversa. Aqui é a Casa do diálogo, da conversa— afirmou.

O senador também se mostrou preocupado com os discursos de ódio nas redes sócias, e acrescentou que o extremismo é perigoso.

— Não podemos permitir que a flor do ódio abra as suas pétalas e envenene o país. É muito perigoso se isso acontecer — disse Plínio.

Da Agência Senado


X
01/04/2019
Charges