Pnad/IBGE revela que 3,3 milhões de brasileiros buscam emprego há mais de dois anos

Notícias - 15/08/2019
Foto: Mário Fernandes / Estadão

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quinta-feira (15/08) dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) sobre desemprego no Brasil no segundo trimestre de 2019. Segundo a pesquisa, 3,347 milhões de trabalhadores procuram emprego há pelo menos dois anos – número 6,2% maior que o apontado em 2018.

Em números absolutos, 196 mil pessoas entraram para esse grupo em 2019, comparado com o mesmo período do ano passado.

O longo tempo em busca de um emprego contribui para o aumento no número dos considerados “desalentados” pelo IBGE, aqueles que desistiram de procurar trabalho e que são hoje 4,9 milhões de brasileiros.

No entanto, a taxa de desemprego média diminuiu 0,7% em relação ao primeiro trimestre de 2019,  passando de 12,7% para 12% dos brasileiros. A pesquisa revela ainda que 10 estados apresentaram recuo na taxa de desocupação.

Menores taxas
O Rio Grande do Sul, estado governado pelo tucano Eduardo Leite, registrou a terceira menor taxa de desemprego do país, com 8,2%, ficando atrás apenas de Santa Catarina (6%) e Rondônia (6,7%). Registrou também 83,3% de empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado, o segundo maior percentual do país.

(*) Por Ludmyla Rodrigues (Comunicação PSDB)

Temas relacionados:


X
15/08/2019
Charges