Polícia Federal pede que STF prorrogue inquérito que investiga Dilma, Lula e Cardozo

O trio petista é suspeito de tentar obstruir as investigações da Operação Lava Jato

Imprensa - 11/01/2017

rs-dilmaelula-20150212Em pedido enviado nesta terça (10) ao ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), a Polícia Federal solicitou a prorrogação do inquérito que investiga o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a ex-presidente Dilma Rousseff e o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo. O trio petista é suspeito de tentar obstruir as investigações da Operação Lava Jato.

De acordo com informações de matéria publicada pelo G1 nesta quarta-feira, não é possível saber por quanto tempo a PF quer estender o inquérito, uma vez que o caso corre sob segredo de Justiça.

As investigações da PF apuram a nomeação, feita pela ex-presidente Dilma, do ministro Marcelo Navarro Ribeiro Dantas para o Superior Tribunal de Justiça (STJ), em 2015, além dos motivos pelos quais a petista tentou nomear Lula para o cargo de ministro da Casa Civil no ano passado.

No caso do ministro Marcelo Navarro, as suspeitas são sustentadas pela delação premiada do ex-senador Delcídio Amaral, que afirmou que a escolha tinha como objetivo conceder liberdade a donos de empreiteiras presos na Operação Lava Jato.

Já em relação à tentativa de nomeação de Lula, a PF acredita que a medida teria sido uma forma de evitar uma possível prisão do ex-presidente.

Além de Dilma, Lula e Cardozo, também são alvos do inquérito o próprio Delcídio Amaral, o ex-ministro da Casa Civil Aloizio Mercadante, o ex-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Francisco Falcão, e o ministro Marcelo Navarro Ribeiro Dantas.

Clique aqui para ler a matéria do G1.

X
11/01/2017
Charges