Prefeitura de São Paulo incentiva projetos tecnológicos da periferia

Notícias - 11/09/2019

Representantes 24 de empresas beneficiadas pelo Programa de Valorização de Iniciativas Tecnológicas (Vai Tec), da Prefeitura de São Paulo, receberam nesta quarta-feira (11/09) o aporte financeiro de R$ 33.100,00 oferecido pelo programa. O Vai Tec está em sua quarta edição e é executado pela Ade Sampa – Agência São Paulo de Desenvolvimento, entidade ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho.

“Esse é um programa que consegue atuar em várias frentes e em várias preocupações que a Prefeitura tem, como a vocação da cidade para a economia criativa, garantir que as pessoas tenham outras formas de emprego e renda e, principalmente, porque embora a Prefeitura possa construir inúmeras pontes e viadutos, a obra mais importante que um político tem a fazer é aquela que diminui as distâncias sociais, que dá oportunidade para quem não tem, atuar com mais firmeza e força na população que mais precisa do poder público”, disse o prefeito Bruno Covas.

Nesta edição, a Ade Sampa selecionou para apoiar 24 negócios das periferias da capital paulista com capacitações, mentorias e acesso a rede de contatos. O objetivo do Vai Tec é fortalecer o ecossistema do empreendedorismo nos extremos de São Paulo auxiliando jovens a criar, desenvolver, validar e impulsionar negócios inovadores, promovendo o desenvolvimento local e a geração de emprego e renda.

Empreendedores beneficiados na quarta fase do Vai Tec, da Prefeitura de São Paulo

“A periferia está cheia de ideias e de bons negócios que só precisam de um apoio para se destacar. Queremos cada vez mais empreendimentos inovadores que contribuam com o desenvolvimento econômico e social da cidade, por isso realizamos esta quarta edição do Vai Tec”, explica a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso. “Já qualificamos 160 empreendedores pelo Vai Tec e essa é a primeira vez que o número de mulheres participando do programa é maior do que o de homens. Isso mostra como boas ideias podem surgir de qualquer lugar e qualquer gênero”, complementa.

Investimentos
A Prefeitura investirá mais de R$ 1 milhão na 4ª edição do Vai Tec, sendo R$ 800 mil diretamente aos empreendedores e cerca de R$ 250 mil na realização das atividades, que irão até dezembro de 2019.

As inscrições da quarta edição ocorreram durante os meses de março e abril. Ao todo, 225 jovens tiveram interesse em participar do programa e ter seus negócios acelerados. Foram selecionados 48 empreendedores, que tiveram quatro minutos para convencer uma banca formada por especialistas em empreendedorismo, a ser escolhidos como um dos 24 negócios para participar do Vai Tec.

Dos 225 interessados, 51% são mulheres, 35% têm entre 20 e 29 anos, 48% têm ensino superior completo e 33% médio. Do total, 58% possui fonte de renda própria e 34% dos candidatos possuem renda de R$ 998 a R$ 1.996.

O maior número de candidatos está na região de M’Boi Mirim, região sul da capital. 12% dos candidatos residem no distrito, seguido por 11% no Campo Limpo, e 7% em Capela do Socorro, Guaianases e Itaquera, respectivamente.

“Políticas públicas como o Vai Tec são fundamentais para que possamos continuar incentivando o empreendedorismo na quebrada e criar pontes que geram a transformação social da capital. Toda ideia pode ser um grande negócio, para isso ela só precisa ser lapidada e é isso o que fazemos com o Vai Tec”, declara o presidente da Ade Sampa, Frederico Celentano.

Sobre a fase de aceleração
Uma das metodologias utilizadas pelo Vai Tec é a Aceleração, que acompanha a evolução de cada projeto, ajudando-os em seu desenvolvimento e crescimento. Antes disso, foram realizados eventos de Inspiração em diversas regiões da capital para troca de experiências entre os vencedores desta e de edições anteriores do programa.

A etapa tem duração de seis meses e os responsáveis pelos projetos escolhidos serão capacitados em gestão, incluindo aspectos técnicos, jurídicos, mercadológicos e habilidades como testes de solução, pesquisas de mercado, gerenciamento de equipes, de canais de clientes, marketing e tecnologias.

Os jovens contarão com assessorias personalizadas de acordo com a necessidade do empreendimento, além de rede de contatos e acesso a eventos, conteúdos e recursos de parceiros do programa.

(*) Da Prefeitura de São Paulo


X
11/09/2019
Charges