Presidente da Comissão de Educação, Caio Narcio defende obrigatoriedade de psicólogo nas escolas

Notícias - 17/07/2017

Presidente da Comissão de Educação da Câmara, o deputado federal Caio Narcio, do PSDB de Minas Gerais, defende a inclusão de educação emocional nas escolas para melhorar o aprendizado das crianças e auxiliar na resolução de conflitos pessoais e familiares. O parlamentar é autor do PL 1695/2015, que institui a obrigatoriedade de um psicólogo educacional nas escolas de educação básica, tanto públicas como privadas, com mais de 200 alunos. O tucano espera que esse projeto avance na Câmara nos próximos meses, e acredita que essa mudança pode alterar significativamente o processo de ensino e vivência nas escolas.

“Um psicólogo que possa acompanhar o desenvolvimento dos alunos, a relação com os professores, e que possa incorporar também a relação da família. Nós entendemos que a escola tem um papel fundamental na formação do caráter, principalmente na relação que elas têm dentro de casa, no dia a dia com sua família”, disse o parlamentar.

Caio Narcio explica que o auxílio do psicólogo pode ajudar a observar certas nuances não percebidas pelos professores no cotidiano, como os motivos pelos quais alguns alunos tiram notas baixas, têm pouco estímulo para aprender ou possuem comportamento agressivo com os colegas.

“A escola é hoje muito mais do que um ambiente de apenas ensinar matérias, mas também para ajudar a lidar com a vida. Portanto, o papel do psicólogo nesse contexto ajuda, por muitas vezes, com o que falta dentro de casa”, apontou o tucano.

O projeto tramita em conjunto com outras proposições semelhantes na Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Câmara. Se aprovado, passará para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), e não precisará ir ao plenário em caso de aprovação.

X
17/07/2017
Charges