PSDB é o partido que irá governar o maior número de habitantes

Notícias - 29/10/2018

O PSDB é o partido que vai governar para o maior número de habitantes a partir de 2019. Serão 59,6 milhões de habitantes nos três estados comandados pelo PSDB: São Paulo, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul. O cálculo considera as projeções populacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o resultado das eleições deste ano.

De acordo com o portal G1 desta segunda-feira (29), a legenda recebeu mais de 12 milhões de votos no pleito eleitoral deste domingo (28). Contabilizando os dois turnos, o partido obteve quase 25 milhões de votos.

Na avaliação da Presidente do PSDB-Mulher de Pernambuco, Terezinha Nunes, o resultado demonstra a força do partido mesmo diante da forte polarização política atual.

“Reflete o reconhecimento da capacidade administrativa do PSDB. Foi premiada a administração tucana, que só não foi eleita a nível nacional porque o discurso não foi administrativo, mas sim político. É muito significativa essa constatação e mostra que o partido vai continuar”, afirmou.

Segundo a reportagem, o número de pessoas governadas por tucanos corresponde a mais de 28% da população brasileira. Nas eleições de 2014, o PSDB foi o partido que mais saiu vitorioso nas urnas, com governadores eleitos em estados que somavam 72,3 milhões de habitantes. Os cinco estados eram: São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiás e Pará.

Com o turbulento cenário político, a tucana destacou também a necessidade de o partido se reinventar e discutir mudanças internas para ascender ainda mais nas próximas eleições.

“É preciso repensar o partido, fazer mudanças. Do ponto de vista administrativo, nós saímos vencedores, mas é necessário rever conceitos e reformular ideias. Só não conseguimos emplacar nacionalmente por conta da polarização extrema, mas mostramos a competência e o trabalho de nossas lideranças nos estados”, completou.

Estados

Em São Paulo, João Doria recebeu 51,77% dos votos válidos nas urnas, totalizando mais de 10 milhões de pessoas que acreditaram em sua candidatura. No Rio Grande do Sul, o tucano Eduardo Leite venceu a disputa com 53,62% do eleitorado a seu favor, ou seja, mais de 3 milhões de gaúchos.

Já no Mato Grosso do Sul, o governador Reinaldo Azambuja se reelegeu com 52,35% dos votos, representando 677.310 de eleitores.

Reportagem Clarissa Lemgruber

X
29/10/2018
Charges