PSDB lamenta morte do jornalista Boechat e do piloto Ronaldo Quattrucci

Notícias - 11/02/2019
Foto: Agência Brasil

A Executiva Nacional do PSDB emitiu uma nota de pesar nesta segunda-feira (11) pelas mortes do jornalista Ricardo Boechat e do piloto Ronaldo Quattrucci, que faleceram após um acidente de helicóptero no final da manhã de hoje. O helicóptero caiu na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, e bateu na parte dianteira de um caminhão que transitava pela via.

Boechat era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM, além de colunista da revista “IstoÉ”. Ele trabalhou nos jornais “O Globo”, “O Dia”, “O Estado de S. Paulo” e “Jornal do Brasil”. Na década de 1990, teve uma coluna diária no “Bom Dia Brasil”, na TV Globo, e trabalhou no “Jornal da Globo”. Foi ainda diretor de jornalismo da Band e teve passagem pelo SBT.

Boechat era recordista de vitórias no Prêmio Comunique-se – e o único a ganhar em três categorias diferentes (Âncora de Rádio, Colunista de Notícia e Âncora de TV). Ganhou por três vezes o Prêmio Esso, um dos principais do jornalismo brasileiro.

Leia abaixo a íntegra da nota:

O PSDB lamenta profundamente as mortes de um dos jornalistas mais importante do Brasil, Ricardo Boechat, e do piloto Ronaldo Quattrucci, ocorridas no fim da manhã desta segunda-feira (11), em decorrência de um acidente de helicóptero em São Paulo.

Nossa solidariedade à família de Boechat e do piloto do helicóptero, aos profissionais da rádio Band News e TV Bandeirantes, aos amigos, ouvintes e telespectadores que o admiravam.

Com certeza, o Brasil perdeu hoje um grande comunicador que, por décadas, informou com seriedade a população.

Boechat era o recordista de vitórias no Prêmio Comunique-se, com 17 troféus. Ele também ganhou três vezes o Prêmio Esso, um dos principais do jornalismo brasileiro e atuou em alguns dos principais veículos e canais do país.

Executiva Nacional do PSDB

 

Da redação

X
11/02/2019
Charges