República Tcheca e Governo de MS realizam parceria inédita no Brasil, com investimento escolar em Batayporã

Notícias - 25/02/2019
Foto: Adersino Junior

“Deve-se começar a formação muito cedo, pois não se deve passar a vida a aprender, mas, a fazer”. Mencionada pelo cônsul honorário da República Tcheca, em Batayporã, Evandro Trachta, durante a inauguração da reforma de quatro salas de aula da EE Jan Antonin Bata, na semana passada, a frase – do educador Tcheco Johann Amos Comenius (1592 – 1670) – marcou o tom da inauguração, fruto da cooperação entre dois países distantes, porém, unidos pela história de um homem que deixou importantes marcas por onde passou e que empresta o nome à escola estadual de Batayporã.

A parceria, inédita, foi realizada entre os governos da República Tcheca e de Mato Grosso do Sul, por intermédio da Secretaria de Estado de Educação (SED). Durante a inauguração, a cônsul-geral da República Tcheca em São Paulo, Pavla Havrlíková, disse que este foi o primeiro projeto de cooperação no Brasil através do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento, do Ministério das Relações Exteriores da República Tcheca. “Recebemos a grata notícia que em 2019 iremos apoiar outra cidade fundada por Jan Bata. Será o município de Batatuba, no interior do estado de São Paulo”, disse.

A escola estadual de Batayporã empresta o nome do empreendedor tcheco Jan Antonín Baťa, fundador e idealizador de mais de 80 cidades por todo mundo, das quais, somente no Brasil encontram-se Bataguassu e Batayporã em nosso Estado, além de Batatuba, Mariápolis e Indiana, todas no interior de São Paulo.

Nascido em Uherské Hradiste, no dia 7 de março de 1898 na Moravia, região histórica do Reino Tcheco, na época parte do império dos Habsburgos (hoje localizada na República Tcheca), o desbravador ainda é estudado, não somente no Brasil, mas também no próprio país de origem.

Em Batayporã, a ponte entre os países é estreita e os alunos da EE Jan Antonin Bata contam com aulas de Tcheco na grade curricular. “Recentemente eles realizaram uma atividade que envolveu a reconstrução de um dos símbolos do República Tcheca, a catedral de São Vito, em Praga, construída no século 14. Ela tem estilo gótico e é a maior igreja do país, onde está sepultado o santo da igreja católica São João Nepomuceno”, relatou o diretor Augusto Alberto Leite.

Durante solenidade de entrega da reforma na unidade escolar, foi realizada a apresentação do novo livro de Markéta Pilátová, sobre a trajetória de Jan Antonin Bata. De acordo com a professora Nida Trachta, diretora-administrativa do Centro Memorial Jindrich Trachta, foi aberta, ainda, uma exposição do artista Jakub Hříbek, onde estão inclusas as ilustrações do livro sobre Antonin Bata.

Para a neta de Jan Bata, Dolores Bata Arabamsic, presidente da Oficina Cultural Tcheca e Eslovaca no Brasil, os feitos do avô auxiliaram no desenvolvimento da região. “A cooperação entre os dois países trouxe estreitamento e resgate cultural à uma cidadezinha, pequena, aqui no Mato Grosso do Sul, que talvez muitos europeus não saibam nem onde está no mapa. Esta célula colocada pelo meu avô fez com que Batayporã desabrochasse, da melhor forma possível, através da educação”, declarou.

Em visita à escola, a secretária da SED, Maria Cecilia Amêndola da Motta, representando o governador Reinaldo Azambuja, mencionou a importância da parceria e cooperação entre Mato Grosso do Sul e o país europeu. “Nossas atitudes são reflexos da cultura que nós recebemos, seja na escola, família ou casa religiosa, para que o homem não precise fazer com que uma comunidade inteira deixe ou fuja do próprio país. O caminho é a Educação, plantar esta semente, para que possamos colher mais frutos como estes aqui na escola”, disse.

Além das escolas de Batayporã, Maria Cecilia visitou – ainda – as escolas estaduais Drº Martinho Marques (em Taquarussu), Austrilio Capilé de Castro e Profesora Nair Palácios de Souza (ambas em Nova Andradina).

Durante a agenda, ela lembrou, também, do papel na presidência do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). “Temos hoje uma Rede Estadual com 366 escolas, estamos lutando pela continuidade da política de Estado e não da política de Governo. Trabalhamos, de forma crescente, para que o jovem possa estar mais tempo na escola, que saia pronto para a universidade, pronto para o mercado de trabalho. Para isso, implementamos, em 2019, mais 11 Escolas da Autoria, todas com a oferta do Ensino em Tempo Integral, voltado para o Ensino Médio”, finalizou.

Investimento

Para a reforma parcial, a EE Jan Antonin Bata recebeu o investimento total de R$ 163.191,05, sendo R$ 86 mil por parte do Governo da República Tcheca e R$ 77.016,05 por parte do Governo do Estado, por intermédio da SED. Entre as obras realizadas na unidade, o valor contemplou a manutenção do piso, portas, janelas, pintura e instalação de lousa digital, além da reforma no telhado, forro, readequação na parte elétrica e a aquisição de quatro aparelhos de ar-condicionado.

Da Secretaria de Estado de Educação (SED) do Governo de MS

Temas relacionados:

X
25/02/2019
Charges