Richa ressalta importância estratégica do Paraná nas relações bilaterais entre Brasil e Argentina

“Fortalecimento dessa relação comercial bilateral deve ser intensificado discutindo vários setores da economia”, disse

Imprensa - 07/02/2017

betoricha_micheltemer_mauriciomagrii_itamaraty_5Brasília (DF) – O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), participou nesta terça-feira (07) de encontro no Palácio do Itamaraty que reuniu o presidente Michel Temer, o ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB), o presidente da Argentina, Mauricio Macri, além de governadores e representantes da sociedade civil de todo o país. Em pauta, estavam a revitalização da relação bilateral entre Brasil e Argentina, o fortalecimento do Mercosul, além dos tópicos comércio, ciência e tecnologia e a segurança das fronteiras.

Richa destacou a importância do estreitamento das relações diplomáticas entre Brasil e Argentina e o papel estratégico do Paraná, estado que faz fronteira com o país vizinho, nesse processo.

“É muito grande a importância desse fortalecimento, estreitamento da parceria, das relações diplomáticas do Brasil com a Argentina, os maiores e mais importantes parceiros comerciais do nosso país. E o Paraná, pela divisa ali com a Argentina, é importante nesta boa relação, por isso a troca de experiências, o fortalecimento dessa relação comercial bilateral deve ser intensificado discutindo vários setores da economia, que precisam de alguma revisão ou tratamento específico para a retomada do desenvolvimento de ambos os países e a geração de emprego e renda”, afirmou.

Para o governador, o grande número de autoridades brasileiras e argentinas participando da primeira visita oficial do presidente Macri ao Brasil reflete o esforço feito pelo Ministério das Relações Exteriores, conduzido por Serra, em estreitar relações com o país vizinho e com as demais nações integrantes do Mercosul.

“Fico feliz por este entendimento, ver aqui um grande número de autoridades brasileiras e argentinas participando desta primeira visita oficial do presidente Mauricio Macri, e a condução, sobretudo, do Ministério das Relações Exteriores, comandado pelo nosso chanceler José Serra com larga experiência. Todas as suas medidas e atitudes vão na defesa dos interesses legítimos do nosso país”, acrescentou o tucano.

Após o encontro, o presidente Michel Temer avaliou que a aliança para a retomada do crescimento no Brasil e na Argentina avançou significativamente.

“Temas do Mercosul foram tratados e avançamos substancialmente. Não só tratamos do acordo com a União Europeia, mas também da integração da América do Sul. Coincidimos também em promover a eliminação de obstáculos ao comércio que persistem no espaço do Mercosul. Temos progredido muito nos acordos de investimentos e de compras governamentais”, disse o presidente brasileiro.

O presidente argentino também defendeu maior integração entre os países, visando o fim da recessão econômica que as nações do bloco enfrentam. “Juntos teremos mais possibilidades para reduzir sistematicamente a pobreza no Mercosul”, completou Macri.


X
07/02/2017
Charges