Rodrigo de Castro alerta para projeto que altera Código de Trânsito

Notícias - 10/06/2019

O deputado Rodrigo de Castro (MG) manifestou preocupação com o projeto apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro que altera trechos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A proposta acaba com a multa para motorista que leva criança sem cadeirinha e aumenta o limite de 20 para 40 pontos para a suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O projeto passará pela Câmara dos Deputados e pelo Senado.

O tucano ressalta que quase 50 mil pessoas morrem todo ano no Brasil vítimas de acidentes de trânsito. Segundo ele, é preciso ter regras mais claras, baseadas em estudos científicos. “A proposta do Presidente da República atenta contra a segurança, atenta contra as famílias, atenta contra o bom senso”, argumenta.

De acordo com a proposta de Bolsonaro, a punição para o motorista que transportar crianças sem cadeirinha será apenas uma ” advertência por escrito”. “Não é possível, uma luta que demorou tanto para a conscientização das pessoas, como o uso das cadeirinhas para as crianças, ser abandonada agora. A partir do projeto do Presidente, passa-se apenas uma advertência. Isso é inconcebível”.

Rodrigo ainda cita outras mudanças, como a retirada de radares em estradas federais, o que para ele é um incentivo aos acidentes.

Outro ponto destacado é o fim do exame toxicológico para motoristas de caminhões e ônibus. O tucano ressalta que uma parte significativa de motoristas não respeita as regras da legislação, portanto, o exame é fundamental. “O que queremos é segurança! E o Presidente da República, ao enviar este projeto, anda na contramão, vai contra a segurança, contra os interesses da população” afirma.

Com informações do PSDB na Câmara


X
10/06/2019
Charges