Notícias- 20/04/2017

Salários estão 1,4% mais altos e indicam o início da recuperação econômica

A troca de governo e o redirecionamento das políticas econômicas já começaram a refletir positivamente no mercado de trabalho e, consequentemente, na vida dos brasileiros. Dados da Carta de Conjuntura, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), mostram que os salários aumentaram 1,4% no trimestre encerrado em fevereiro 2017, em comparação com o mesmo período de 2016.

Segundo reportagem do jornal Correio Braziliense, a queda da inflação ajudou na alteração positiva da renda. De acordo com a pesquisa, os salários iniciaram recuperação (0,3%) no quarto trimestre de 2016.

Os técnicos do instituto revelaram que a taxa de desemprego foi muito influenciada pela demanda por trabalho dos outros membros da família, com alta de 2,7%. De acordo com uma das coordenadoras do levantamento, Maria Lameiras, a inflação corroeu os salários e obrigou outros entes da família a procurar emprego para complementar a renda.

Outro dado importante revelado pela pesquisa foi a consequência direta da valorização do ensino. Os menos afetados pela crise econômica foram os empregados com mais de 59 anos e com nível de escolaridade superior. Esse foi o único segmento que registrou crescimento no emprego, com alta de 1,1%, em 2016.

Clique aqui para ler a íntegra da matéria no Correio Braziliense.

X
26/05/2017