Silvio Torres se despede da Câmara com balanço do 6º mandato

Notícias - 30/01/2019
Foto: Alexssandro Loyola

O deputado Silvio Torres (SP) divulgou uma prestação de contas dos últimos quatro anos. O parlamentar está encerrando o sexto mandato como deputado federal. Ele decidiu não se candidatar nas últimas eleições.

“Encerro esse capítulo de vida pública com o sentimento de dever cumprido, a ficha limpa e o resultado, comprovado a seguir, de um trabalho árduo por dias melhores ao povo brasileiro”, diz trecho da mensagem inicial do informativo.

Durante a legislatura que se encerra amanhã, o tucano destinou mais de R$ 42 milhões para 96 municípios de São Paulo. Segundo ele, esse montante representa melhorias na infraestrutura, agricultura e turismo, e contribuiu nos aspectos de pavimentação, reformas e materiais para área da saúde e educação. O parlamentar também disponibilizou emendas que, juntas, somam R$ 24,5 milhões para as áreas de desenvolvimento social, saúde e esporte.

Ao citar sobre sua contribuição como Secretário de Habitação em SP, entre 2011 e 2014, Torres discorre sobre os programas habitacionais que foram realizados durante a sua gestão. Cerca de 150 mil moradias foram disponibilizadas para famílias de baixa renda nessa época.

Além disso, o tucano destaca que uma emenda, de sua autoria, ao projeto Timemania, vem designando a destinação de 3% da receita desta loteria às Santas Casas de Misericórdia e instituições hospitalares filantrópicas e sem fins lucrativos por meio do Fundo Nacional de Saúde. Ele conta que, ao todo, 2.100 Santas Casas já foram beneficiadas pelos R$ 84,02 milhões repassados pela Caixa.

LEGADO

Silvio Torres está filiado ao PSDB há 30 anos, tendo exercido os cargos de presidente do Diretório Estadual e do Instituto Teotônio Vilela, além de Secretário-Geral Nacional da legenda. Também foi Secretário de Habitação do governo Geraldo Alckimin, entre 2011 e 2014. Atualmente exerce o cargo de tesoureiro do partido.

Em discurso de despedida em dezembro, ele já havia ressaltado seu sentimento de dever cumprido neste encerramento de ciclo político. “Saio com a cabeça erguida e com a consciência tranquila com o direito de andar pelas ruas sem que ninguém possa me cobrar”, afirmou em discurso no plenário em dezembro, destacando o legado de avanços e benefícios permanentes para as regiões por ele representadas e para dezenas de Municípios de todo o Estado.


X
30/01/2019
Charges