Terezinha atua junto ao Estado para priorizar famílias de crianças com microcefalia no MCMV

Notícias - 23/01/2019
Foto: Divulgação

A deputada estadual e presidente do PSDB Mulher de Pernambuco, Terezinha Nunes, esteve nesta terça-feira (22) com o secretário municipal de Habitação, Bruno Lisboa. A tucana foi tratar do andamento da entrega de residenciais do Minha Casa, Minha Vida a famílias de crianças com microcefalia.

Acompanhada da fundadora e presidente da União de Mães de Anjos (UMA), Germana Soares, Terezinha buscou informações especialmente das famílias que residem nos municípios de Olinda e Cabo de Santo Agostinho, localizados na Região Metropolitana do Recife.

“Estamos em entendimento com o governo do Estado, que é quem toca a gerência do programa Minha Casa, Minha Vida em Pernambuco, para priorizar as mães de crianças com microcefalia nas unidades que estão sendo entregues em Olinda e sendo construídas no Cabo. Também reivindicamos que desse prioridade dessas famílias ao andar térreo para melhor acessibilidade, já que os edifícios não tem elevador. O secretário se comprometeu em atender nossos pedidos”, comemorou a tucana.

Terezinha Nunes presidiu, no âmbito da Assembleia Legislativa do Estado, a Frente Parlamentar em Defesa da Pessoa com Deficiência.

LEGADO BRUNO ARAÚJO

A prioridade na entrega de unidades habitacionais do Minha Casa, Minha Vida para famílias de crianças com microcefalia é fruto de uma alteração das regras do programa, realizada pelo então ministro das Cidades Bruno Araújo (PSDB). A medida determina que essas famílias não precisam mais passar pelo sorteio das moradias. Para ser atendida nessa nova forma de acesso, a família também tem de estar enquadrada no Faixa 1, grupo que tem renda familiar de até R$ 1,8 mil

“É com satisfação que neste momento em que o país, em especial a região Nordeste, sofre com a Zika e com o surto epidemiológico de microcefalia, o Ministério das Cidades dê prioridade de acesso à este programa [Minha Casa, Minha Vida], na faixa 1, às famílias com filhos portadores da microcefalia”, disse Bruno, na ocasião de anúncio das mudanças no programa habitacional.

A primeira casa entregue a uma família com criança nascida com microcefalia ocorreu em agosto de 2016 pelo então ministro das Cidades Bruno Araújo na cidade de Petrolina (PE).  A contemplada foi Uenia Letícia Conceição Silva, de 29 anos, mãe de Maria Karolini Silva, de sete meses.

Da assessoria de comunicação do PSDB de Pernambuco


X
23/01/2019
Charges