PSDB pelo Brasil - 19/06/2017

Prefeitura de Vila Velha atende mais de 120 mil pessoas em programas de assistência social

A Prefeitura de Vila Velha, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), atende hoje a 30 mil famílias (mais de 120 mil pessoas) de baixa renda. O trabalho, realizado em conjunto com o Governo Federal, dá acesso a serviços essenciais como os de saúde, alimentação, orientação jurídica e redistribuição de renda.

As ações de atendimento direto às comunidades de baixa renda são realizadas pelos seis Centros de Referência de Assistência Social (Cras) do município. Integradas a Semas, as unidades atendem a 101 bairros das cinco regiões administrativas da cidade. As seções estão localizadas no Centro, Jardim Asteca, Paul, Alvorada, São Conrado e Morada da Barra.

Os dados foram apresentados nesta quarta-feira (14) pela secretária municipal de Assistência Social, Ana Cláudia Pereira Simões Lima, em reunião realizada com o prefeito de Vila Velha, Max Filho, na sede da prefeitura, em Coqueiral de Itaparica. Também participaram do encontro os secretários municipais de Governo e Articulação Institucional, Saturnino de Freitas Mauro; Finanças, Evandro Alves Vieira; Administração, Rafael Gumiero; Desenvolvimento Urbano e Mobilidade, Antônio Marcus Carvalho Machado; Planejamento, Ricardo Santos; da Controladoria Geral, André Abreu de Almeida; da Procuradoria Geral, José de Ribamar Lima Bezerra; e do subsecretário de Comunicação, Alvarito Mendes Filho.

Durante a reunião, o prefeito Max Filho (PSDB) anunciou proposta da Prefeitura de Vila Velha para aumentar o número de vagas dos abrigos municipais João Calvino, localizado no bairro Divino Espírito Santo, e Bom Samaritano, que fica em Santa Rita. Atualmente, as duas unidades atendem 39 pessoas em situação de rua.

“Vamos trabalhar pelo aumento da capacidade dos abrigos municipais. Mas, acima de tudo, a Prefeitura de Vila Velha vai propor soluções definitivas para as pessoas em situação de rua. Essas ações serão feitas em conjunto com diversos setores da sociedade civil”, afirmou Max Filho.

*Do portal da prefeitura de Vila Velha

X
18/08/2017
Charges