Dilma nega silêncio sobre Venezuela, mas oposição pede ações mais firmes

A crise política e econômica na Venezuela deixou o Itamaraty em situação instável. Isso porque o governo brasileiro foi questionado pela parcimônia em relação às medidas impostas pelo presidente venezuelano Nicolas Maduro nas últimas semanas. Em sua defesa, a presidente Dilma Rousseff negou nesta segunda-feira que o governo federal tenha ficado em silêncio em relação à Venezuela. O deputado federal Eduardo Barbosa, do PSDB de Minas Gerais, acredita que o governo deveria ser mais firme e fazer determinações aos demais países pelo bem da democracia.

Rádio PSDB - 26/01/2016


X
26/01/2016
Charges