Brasil reage à tentativa da Venezuela de assumir presidência do Mercosul

A tentativa da Venezuela de assumir a presidência temporária do Mercosul sem o consenso exigido pelas normas do bloco provocou a reação imediata da maioria dos países que compõem o bloco, que rechaçaram essa possibilidade. O ministro das Relações Exteriores, José Serra, enviou aos chanceleres do Uruguai, Argentina e Paraguai uma carta na qual contesta a “autoproclamação” venezuelana à presidência do Mercosul. No documento, o ministro deixou claro que o Brasil não reconhece a Venezuela como presidente do bloco. Para o deputado federal Eduardo Cury, do PSDB de São Paulo, a posição enfática de Serra torna evidente que o governo venezuelano descumpre as disposições essenciais para adesão ao bloco.

Notícias - 02/08/2016


X
02/08/2016
Charges