Compras no varejo absorveram 25% do dinheiro das contas inativas do FGTS

O comércio varejista brasileiro absorveu R$ 10,8 bilhões dos R$ 44 bilhões sacados das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) entre março e julho deste ano, o que corresponde a 25% do total. As informações são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), divulgadas pelo Estadão/Broadcast nesta quarta-feira (23). Dos oito segmentos mais relevantes, quatro representaram maior impacto nas vendas, e concentraram 86% dos recursos destinados às compras, com destaque para vestuário e calçados (R$ 4,1 bilhões) e supermercados e hipermercados (R$ 2,8 bilhões). Para o deputado federal Raimundo Gomes de Matos, do PSDB do Ceará, a destinação de recursos do FGTS ao comércio complementa um dos setores que mais movimenta a economia.

Rádio PSDB - 23/08/2017

Temas relacionados:

X
23/08/2017
Charges