Hauly afirma que “Parlamento Comunal Nacional” é antidemocrático

O governo da Venezuela instalou o Parlamento Comunal Nacional, para atender organizações conhecidas como “comunas”. O projeto é considerado a máxima instância do denominado “poder popular”, complementando o Executivo, o Legislativo e o Judiciário e tem incidência sobre os poderes públicos. Com ela, o chavismo busca enfrentar a maioria legislativa que terá a oposição venezuelana, a partir do dia 5 de janeiro. Para o deputado federal Luiz Carlos Hauly, do PSDB do Paraná, a medida fere os princípios da democracia.

Acompanhe - 16/12/2015

 


X
16/12/2015
Charges