Lava Jato calcula rombo 70% maior na Petrobras do que identificado anteriormente

A série de irregularidades envolvendo a gestão do PT dentro da Petrobras surpreende até mesmo os investigadores da Operação Lava Jato. De acordo com provas obtidas pela força-tarefa com os auditores do Tribunal de Contas da União (TCU), existe um rombo até 70% maior nos desvios de obras da estatal do que o identificado anteriormente. O órgão conseguiu notas fiscais emitidas por fornecedores de materiais usados pelas empreiteiras nas obras da petrolífera. Os documentos mostraram o custo real de alguns equipamentos específicos da indústria de petróleo, que antes não constava nos sistemas oficiais de pesquisa de preços consultados pelo tribunal. As informações são do jornal Estado de São Paulo, divulgadas nesta segunda-feira. Para o deputado federal Izalci Lucas, do PSDB do Distrito Federal, a gestão petista se empenhou em estabelecer uma organização criminosa dentro da estatal.

Rádio PSDB - 11/09/2017
X
11/09/2017
Charges