“Na prática, Lula já cometeu crime eleitoral”, diz Izalci sobre pré-candidatura de petista

Apesar de o Partido dos Trabalhadores ter desistido do anúncio oficial da pré-candidatura do ex-presidente Lula para disputar o Palácio do Planalto em 2018, o partido traçou a estratégia de priorizar grandes agendas públicas para o ex-presidente. A próxima cerimônia na qual o petista deve aparecer será a de entrega da Medalha da Inconfidência, em Ouro Pedro, Minas Gerais, onde deve ser o principal orador, a convite do governador Fernando Pimentel. Para o deputado federal pelo PSDB do Distrito Federal, a ideia mostra que, na prática, o partido já deflagrou sua candidatura, cometendo crime eleitoral.

Rádio PSDB - 29/03/2017

X
29/03/2017
Charges