Na sede do FMI, Meirelles defende reformas para tirar o Brasil da crise

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou ontem em entrevista na sede do Fundo Monetário Internacional, em Washington, que a economia brasileira deve entrar em 2018 crescendo em um ritmo anualizado de 3%. Pela projeção do FMI, o Brasil deve crescer no próximo ano cerca de 1,7%, e para 2017, a estimativa é de apenas 0,2%. Os números fazem com que a nação perca em quase todas comparações – até mesmo com a maioria dos países latino-americanos. A economista e deputada federal Yeda Crusius, do PSDB do Rio Grande do Sul, aponta as reformas como condizentes com a realidade atual.

Rádio PSDB - 20/04/2017

Temas relacionados:

X
20/04/2017
Charges