Projeto de tucano determina que investigados no Conselho de Ética sejam afastados da Mesa Diretora

Os deputados investigados no Conselho de Ética da Câmara poderão perder o direito de permanecer na Mesa Diretora da Casa. A determinação vem do Projeto de Resolução de Alteração do Regimento (PRC) 104/15, proposto pelo deputado federal Betinho Gomes, do PSDB de Pernambuco. Pela proposta, a partir do momento em que a queixa feita ao Conselho de Ética é formalmente aceita, o parlamentar deve ser imediatamente afastado. Betinho Gomes afirma que o objetivo do projeto é evitar que o investigado possa usar sua influência como membro da Mesa para atrapalhar a continuação do processo disciplinar.

Imprensa - 11/01/2017

Temas relacionados:

X
11/01/2017
Charges