Reforma tributária irá beneficiar os mais pobres

A reforma tributária analisada pela Câmara dos Deputados prevê a extinção de 10 tributos e o aumento gradativo dos impostos sobre a renda e sobre o patrimônio. No lugar dos tributos retirados, o relator propõe a criação de apenas dois impostos com arrecadação estadual: o Imposto sobre Valor Agregado (IVA) e o Imposto Seletivo, que devem incidir sobre energia elétrica, combustíveis, serviços de comunicação, transporte, bebidas, veículos e peças automotivas, eletroeletrônicos e eletrodomésticos. O objetivo do relator da matéria, o economista e deputado federal Luiz Carlos Hauly, do PSDB do Paraná, é desburocratizar o sistema e melhorar a eficácia da arrecadação. Além disso, Hauly explica que ao unificar os tributos sobre o consumo irá reduzir o impacto sobre os mais pobres e gerar mais empregos.

Rádio PSDB - 30/08/2017

Temas relacionados:

X
30/08/2017
Charges